Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 29 de abril de 2010

BIBLIOGRAFIAS PARA MONOGRAFIA DO VINICIUS.

Vinicius. Seguem bibliografias enviadas gentilmente pelo Prof. Everaldo, referentes à sua Dissertação de Mestrado. Um abraço, Prof. Queila.
___________________________________________________________________

AÇÕES AFIRMATIVAS – UFRGS. Disponível em: Acessado em 19/01/10.

A FILOSOFIA. Disponível em:< http://afilosofia.no.sapo.pt/11Anarquismo.htm> Acessado em 29/01/10.

ARISTÓTELES. Ética à Nicômaco – Os Pensadores Vol. II. São Paulo: Ed. Nova Cultural. 1987.

ARRUDA, Darcy. Teoria Geral do Estado. São Paulo: Ed. Globo. 44ª ed. 2005.

ATCHABAHIAN, Serge. Princípio da Igualdade e Ações Afirmativas. São Paulo: Ed. RCS. 2ª ed. 2006.

BARBOSA, Rui. Oração aos Moços. Rio de Janeiro: Ed. Ediouro. 18ª ed. 2001.

BARBUJANI, Guido. A Invenção das Raças. Trad. Rodolfo Ilari. São Paulo: Ed. Contexto. 2007.

BARROS, Suzana de Toledo. O Princípio da Proporcionalidade e o Controle de Constitucionalidade das Leis de Direitos Fundamentais. Brasília: Ed. Brasília Jurídica. 3ª ed. 2003.

BERND, Zilá. Coleção Primeiros Passos – O que é Negritude. São Paulo: Ed. Brasiliense. 8ª ed. 1988.

BERTÚLIO, Dora Lúcia de Lima. Racismo e Desigualdade Racial no Brasil. in: DUARTE, Evandro C. Piza; BERTÚLIO, Dora Lúcia de Lima; SILVA, Paulo Vinicius Baptista (orgs.). Cotas Raciais no Ensino Superior – Entre o Jurídico e o Político. Curitiba: Ed. Juruá. 2008.

BOBBIO, Norberto. A Era dos Direitos. Rio de Janeiro: Ed. Campus. 1992.

BOBBIO, Norberto / Nicola Matteucci & Gianfranco Pasquino. Dicionário de Política. Tard. João Ferreira. Brasília: Ed. UnB. 12ª ed. 2004.

BOBBIO, Norberto. Igualdade e Liberdade. Trad. Carlos Nelson Coutinho. 4ª ed. São Paulo: Ed. Ediouro. 2000.

BONAVIDES, Paulo. Do Estado Liberal ao Estado Social. 7ª ed. São Paulo: Ed. Malheiros. 2004.

BONAVIDES, Paulo. Teoria do Estado. São Paulo: Ed. Malheiros. 3ª ed. 1999.

BORGES, Edson. Os caminhos do Preconceito, do Racismo e da Intolerância. in BORGES, Edson; MEDEIROS, Carlos Alberto; D’ADESKY, Jacques – LOCONTE, Wanderley (org.). Racismo, Preconceito e Intolerância. São Paulo: Ed. Atual. 5ª ed. 2002.

BRAGA, Valeschka e Silva. Princípio da Proporcionalidade & da Razoabilidade. Curitiba: Ed. Juruá. 2004.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Disponível em:< http://www2.camara.gov.br/internet/proposicoes/chamadaExterna.html?link=http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=307731> acessado em 07/01/10.

BRASIL. Presidência. Disponível em: acessado em 07/01/10.

BRASIL. Senado Federal. Disponível em: www.senado.gov.br/sf/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=58268> acessado em 07/01/10.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Disponível em: Acessado em 26/01/10.

BRASIL. Tribunal Regional Federal 4ª Região. Disponível em: Acessado em 27/01/10.

BREGA FILHO, Vladimir. Direitos Fundamentais na Constituição de 1988. São Paulo: Ed. Juarez de Oliveira. 2002.

CAMPUS. Disponível em:< http://campus.fortunecity.com/drew/273/americana.doc> Acessado em 29/01/10.

CARDOSO. Fernando Henrique. Capitalismo e Escravidão no Brasil Meridional. São Paulo: Ed. Paz e Terra. 4ª ed. 1997.

CARDOSO. Fernando Henrique. Negros em Florianópolis: Relações Sociais e Econômicas. Florianópolis: Ed. Insular. 2000.

CARNEIRO, Maria Luiza Tucci. O Racismo na História do Brasil. São Paulo: Ed. Ática. 8ª ed. 2005.

CARNEIRO, Maria Luiza Tucci. Preconceito Racial - Portugal e Brasil/Colônia. São Paulo: Ed. Brasiliense. 2ª ed. 1988.

CASTRO, Mônica Neves Aguiar da Silva. Honra, Imagem, Vida Privada e Intimidade, em Colisão com outros Direitos. Rio de Janeiro: Ed. Renovar. 2002.

CHIAVENATO, Julio José. O Negro no Brasil. São Paulo: Ed. Brasiliense. 4ª ed. 1987.

CIRANDA. Disponível em: acessado em 07/01/10.

COBRA. Disponível em:<WWW.cobra.pages.nom.br> Acessado em 20/12/2009.

COELHO, Fábio Ulhoa. Curso de Direito Civil Vol. 1. São Paulo: Ed. Saraiva. 2003.

CONEXÃO ALUNO. Disponível em: acessado em 21/12/09.

CONLUTAS. Disponível em:< http://www.conlutas.org.br/exibedocs.asp?id=1779&pagina=8> Acessado em 06/02/2010.

CROCHIK, José Leon. Preconceito – Indivíduo e Cultura. São Paulo: Ed. Robe Editorial. 1997.

CRUZ, Paulo Márcio. Política, Poder, Ideologia & Estado Contemporâneo. Curitiba: Ed. Juruá. 2ª ed. 2002.

CULTURA BRASIL. Disponível em:< http://www.culturabrasil.pro.br/revolucaoinglesa.htm> Acessado em 29/01/10.

D’ADESKY, Jacques. Racismo e Discriminação. in BORGES, Edson; MEDEIROS, Carlos Alberto; D’ADESKY, Jacques – LOCONTE, Wanderley (org.). Racismo, Preconceito e Intolerância. São Paulo: Ed. Atual. 5ª ed. 2002.

DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de Teoria Geral do Estado. São Paulo: Ed. Saraiva. 24ª ed. 2003.

DIAS, Maria da Graça dos Santos. A justiça e o Imaginário Social. Florianópolis: Ed. Momento Atual. 2003.

DICIONÁRIO INFORMAL. Disponível em: < http://www.dicionarioinformal.com.br/buscar.php?palavra=ombudsman> Acessado em 22/01/10.

DIEESE. Disponível em:< http://www.dieese.org.br/esp/estPesq37PopulacaoNegra2007.pdf> Acessado em 06/02/2010.

DUARTE, Evandro C. Piza. Princípio da Isonomia e Critérios para a Discriminação Positiva nos Programas de Ação Afirmativa para Negros (Afro-Descendentes) no Ensino Superior. in: DUARTE, Evandro C. Piza; BERTÚLIO, Dora Lúcia de Lima; Silva, Paulo Vinicius Baptista (orgs.). Cotas Raciais no Ensino Superior – Entre o Jurídico e o Político. Curitiba: Ed. Juruá. 2008.

DWORKIN, Ronald. A virtude Soberana – A Teoria e a Prática da Igualdade. Trad. Jussara Simões. São Paulo: Ed. Martins Fontes. 2005.

DWORKIN, Ronald. Los Derechos em Sério. Trad. para o Espanhol: Marta Gustavino. Barcelona – Espanha: Ed. Ariel. 2002.

DWORKIN, Ronald. Uma Questão de Princípio. São Paulo: Ed. Martins Fontes. 2ª ed. 2005.

EDUCAÇÃO UOL. Disponível em:< http://educacao.uol.com.br/historia/comuna-de-paris.jhtm> Acessado em 29/01/10.

EDUQUENET. Disponível em:< http://eduquenet.net/revolucaorussa.htm> Acessado em 29/01/10.

EDUCATERRA. Disponível em:< http://educaterra.terra.com.br/voltaire/especial/home_rev_francesa.htm> Acessado em 29/01/10.

FARIAS, Edmilsom Pereira. Colisão de Direitos – A Honra, a Intimidade, a Vida Privada e a Imagem Versus a Liberdade de Expressão e Informação. Porto Alegre: Sérgio Antônio Fabris Editor. 2ª ed. 2000.

FERES JÚNIOR, João. Aspectos Normativos e Legais das Políticas de Ação Afirmativa. in: Feres Júnior, João; ZONINSEIN, Jonas (orgs.). Ação Afirmativa e Universidade – Experiências Nacionais Comparadas. Brasília: Ed. UnB. 2006.

FERREIRA FILHO, Manoel Gonçalves. Direitos Humanos Fundamentais. São Paulo: Ed. Saraiva, 2ª Ed. 1998.

FREYRE, Gilberto. Casa Grande & Senzala. Rio de Janeiro: Ed. José Olympio. 25ª ed. 1987.

FOLHA DE SÃO PAULO / Data Folha. Racismo Cordial. São Paulo: Ed. Ática. 1995.

FUNDAJ. Disponível em: acessado em 19/12/09.

GALUPPO, Marcelo Campos. Igualdade e Diferença – Estado Democrático de Direito a partir do Pensamento de Habermas. Belo Horizonte: Ed. Mandamentos. 2002.

GEMAA. Disponível em: <> Acessado em 21/01/10.

GOMES, Joaquim Barbosa. Ação Afirmativa & Princípio Constitucional da Igualdade. Rio de Janeiro: Ed. Renovar. 2001.

HESPANHA, António Manuel. Cultura Jurídica Européia – Síntese de um Milênio. Florianópolis: Ed. Fundação Boiteux. 2005.

HISTÓRIA DA ARTE. Disponível em:< http://www.historiadaarte.com.br/renascimento.html> Acessado em 29/01/10.

IFCS – UFRJ. Disponível em: <http://www.ifcs.ufrj.br/~observa/relatorios/RelatorioCotas%20UFPR_CimeaBarbatoBevilaqua.pdf> Acessado em 19/01/10.

INFOESCOLA. Disponível em:< http://www.infoescola.com/historia/feudalismo/> Acessado em 03/02/2010.

INFOPÉDIA. Disponível em:< http://www.infopedia.pt/$revolucao-industrial> Acessado em 29/01/10.

IPEA. Disponível em:< http://www.ipea.gov.br/sites/000/2/pdf/081216_retrato_3_edicao.pdf> Acessado em 06/02/2010.

JUS2. Disponível em: < http://jus2.uol.com.br/doutrina/lista.asp?assunto=1267> Acessado em 26/01/10.

LEAL, Rogério Gesta. Perspectivas Hermenêuticas dos Direitos Humanos no Brasil. Porto Alegre: Ed. Livraria do Advogado. 2000.

LEITE, Eduardo de oliveira. A monografia jurídica. 5 ed. São Paulo: Revista dos Tribunais. 2001.

LIMA, Paulo Roberto de Oliveira. Isonomia Entre os Sexos no Sistema Jurídico Nacional. São Paulo: Ed. RT. 1993.

MADRUGA, Sidney. Discriminação Positiva: Ações Afirmativas na Realidade Brasileira. Brasília: Ed. Brasília Jurídica. 2005.

MAGNOLI, Demétrio. Uma Gota de Sangue – História do Pensamento Racial. São Paulo: Ed. Contexto. 2009.

MALISKA, Marcos Augusto. Análise da Constitucionalidade das Cotas para Negros em Universidades Públicas. in: DUARTE, Evandro C. Piza; BERTÚLIO, Dora Lúcia de Lima; SILVA, Paulo Vinicius Baptista (orgs.). Cotas Raciais no Ensino Superior – Entre o Jurídico e o Político. Curitiba: Ed. Juruá. 2008.

MALUF, Sahid. Teoria Geral do Estado. São Paulo: Ed. Saraiva. 24ª ed. 1998.

MARX, Karl & ENGELS, Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. Trad. Pietro Nasseti. São Paulo: Ed. Martin Claret. 2004.

MELLO, Celso Antônio Bandeira de. Conteúdo Jurídico do Princípio da Igualdade. 3ª ed. São Paulo: Ed. Malheiros. 2007.

MORAES, Alexandre de. Direitos Humanos Fundamentais: Comentários aos arts. 1º a 5º da Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo: Ed. Atlas.15ª ed. 2004.

MOREIRA, Alexandre Mussoi. A Transformação do Estado, Neoliberalismo, Globalização e Conceitos Jurídicos. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora. 2002.

MULHOLLAND, Timoty. O Sistema de Cotas para Negros na Universidade de Brasília. in: FERES JÚNIOR, João; ZONINSEIN, Jonas (orgs.). Ação Afirmativa e Universidade – Experiências Nacionais Comparadas. Brasília: Ed. UnB. 2006.

NUNES JÚNIOR, Vidal Serrano. A Proteção Constitucional da Informação e o Direito à Crítica Jornalística. São Paulo: Ed. FTD. 1997.

ONU-BRASIL. Disponível em: acessado em 06/01/10.

ORAGOO. Disponível em:< http://www.oragoo.net/o-que-significam-a-foice-e-o-martelo-no-comunismo/> Acessado em 29/01/10.

PASOLD, César Luiz. Função Social do Estado Contemporâneo. Florianópolis: OAB/SC Editora. 3ª ed. 2003.

PASOLD, Cesar Luiz. Prática da Pesquisa jurídica e Metodologia da pesquisa jurídica. 10 ed. Florianópolis: OAB-SC editora, 2007.

PGE.SP Disponível em:<HTTP://www.pge.sp.gov.br/centrodeestudos/bibliotecavirtual/direitos/tratado8.htm>acessado> Acessado em 06/01/10.

PILAU, Newton Cesar. Teoria Constitucional Moderno – Contemporânea e a Positivação dos Direitos Humanos nas Constituições Brasileiras. Passo Fundo: Editora UPF. 2003.

PORTAL SÃO FRANCISCO. Disponível em:< http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/antropocentrismo/antropocentrismo.php> Acessado em: 29/01/10.

PROGRAD - UFOP. Disponível em: <HTTP://www.prograd.ufop.br/Downloads/Reservadevagas/Universidades_com_reserva_de_vagas.pdf> Acessado em 18/01/10.

REALE, Miguel. Lições Preliminares de Direito. São Paulo: Ed. Saraiva. 10ª ed. 1983.

RIO DE JANEIRO. Tribunal de Justiça. Disponível em: <http://www.tjrj.jus.br/scripts/weblink.mgw?MGWLPN=DIGITAL1A&LAB=CONxWEB&PGM=WEBPCNU88&N=2009.007.00009&FLAGNOME=S&tipoConsulta=publica&back=1&PORTAL=1&v=2> Acessado em 21/01/10.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Do Contrato Social. Trad. Vicente Sabino Jr. São Paulo: Ed. CD. 2001.

SANTOS, João Paulo de Faria. Ações Afirmativas e Igualdade Racial – A Contribuição do Direito na Construção de um Brasil Diverso. São Paulo: Ed. Edições Loyola. 2005.

SANTOS, José Rufino dos. O que é Racismo. São Paulo: Ed. Brasiliense. 1984.

SANTOS, Renato Emerson dos. Política de Cotas Raciais nas Universidades Brasileiras – O Caso da UERJ. in: FERES JÚNIOR, João; ZONINSEIN, Jonas (orgs.). Ação Afirmativa e Universidade – Experiências Nacionais Comparadas. Brasília: Ed. UnB. 2006.

SARLET, Ingo Wolfgang. Dignidade da Pessoa Humana e Direitos Fundamentais na Constituição de 1988. Porto Alegre: Ed. Livraria do Advogado. 3ª ed. 2004.

SEGATO, Rita Laura. O Público e o Privado. Fortaleza: Ed. Eduece. 2004.

SELL, Sandro César. Ação Afirmativa e Democracia Racial. Florianópolis: Ed. Fundação Boiteux. 2002.

SERRANO, Vidal. A Proteção Constitucional da Informação e o Direito à Crítica Jornalística. São Paulo: Ed. FTD. 1997.

SHUKER, Nancy. Os Grandes Líderes – Martin Luther King. São Paulo: Ed. Nova Cultural. 1987.

SILVA, Alexandre Vitorino. Direitos à Prestações Positivas e Igualdade. São Paulo: Ed. LTr. 2007.

SILVA, Cidinha da. Ações Afirmativas em Educação: Um Debate para Além das Cotas. in: SILVA, Cidinha da (org.). Ações Afirmativas em Educação - Experiências Brasileiras. São Paulo: Ed. Selo Negro. 2003.

SILVA, Cidinha da. Definições de Metodologias para Seleção de Pessoas Negras em Programas de Ação Afirmativa em Educação. p. 39/41. in: SILVA, Cidinha da. Ações Afirmativas em Educação - Experiências Brasileiras. São Paulo: Ed. Selo Negro. 2003.

SILVA, Plácido e. Vocabulário Jurídico Vols. I e II. Rio de Janeiro: Ed. Forense. 1989.

SILVA, José Afonso da. Curso de Direito Constitucional Positivo. São Paulo: Ed. Malheiros. 24ª ed. 2005.

STEINMETZ, Wilson Antônio. Colisão de Direitos Fundamentais e o Princípio da Proporcionalidade. Porto Alegre: Ed. Livraria do Advogado. 2001.

SUA PESQUISA. Disponível em:< http://www.suapesquisa.com/historia/dicionario/burguesia.htm> Acessado em 29/01/10

SUA PESQUISA. Disponível em:< http://www.suapesquisa.com/o_que_e/comunismo.htm> Acessado em 29/01/10.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Disponível em: < http://www.unb.br/admissao/sistema_cotas/> Acessado em 20/01/2010.

VAIL, John J. Os Grandes Líderes do Século XX – Mandela. São Paulo: Ed. Nova Cultural. 1990.

VESTIBULAR 2010 – UFSC. Disponível em: < http://www.vestibular2010.ufsc.br/resolucao_acoes_afirmativas.pdf > Acessado em 19/01/10.

VIEIRA JÚNIOR, Ronaldo Jorge Araújo. Responsabilização Objetiva do Estado Segregação Institucional do Negro e Adoção de Ações Afirmativas como Reparação aos Danos Causados. Curitiba: Ed. Juruá. 2006.

WEPMAN, Dennis. Os Grandes Líderes – Hitler. São Paulo: Ed. Nova Cultural. 1987.

WIKIPEDIA. Disponível em:< http://pt.wikipedia.org/wiki/Eugenia> Acessado em 06/02/2010.

WIKIPEDIA. Disponível em:< http://pt.wikipedia.org/wiki/Ra%C3%A7a> Acessado em 06/02/2010.

ZONINSEIN, Jonas. Minorias Étnicas e a Economia Política do Desenvolvimento: Um Novo Papel para Universidades Públicas como Gerenciadoras da Ação Afirmativa no Brasil? in: FERES JÚNIOR, João; ZONINSEIN, Jonas (orgs.). Ação Afirmativa e Universidade – Experiências Nacionais Comparadas. Brasília: Ed. UnB. 2006.

2 comentários:

  1. Boa tarde Prof. Queila !

    Peço, por gentileza, repassar meus agradecimentos ao professor Everaldo que tão prontamente nos atendeu, bem como, lhe agradecer toda atenção dispensada.

    Att.

    Vinicius Oliveira Filho

    ResponderExcluir
  2. Será entregue, meu amigo. Mãos à obra.
    Abraços, Prof. Queila.

    ResponderExcluir